Total de visualizações de página

Pesquisar no blog

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Fundamentos do Handebol

Bom dia amigos e amigas!

Hoje iremos retratar sobre um fundamento
bastante importante para o handebol e qualquer
outra modalidade esportiva.

Marcação: É a ação e o efeito de vigiar estritamente
a um adversário, a fim de neutralizar e atrapalhar seus
movimentos, gestos e intenções.

A marcação do oponente pode realizar-se:

Em função da posse de bola por parte do oponente:

- Oponene com bola;
- Oponente sem bola.

Em função da distância entre o defensor e o oponente:

- Marcação a distância;
- Marcação com proximidade.

Em função da situação corporal do oponente:

- Oponente com apoio;
- Oponente sem apoio.






Att. Bruno José Gabriel

domingo, 27 de maio de 2012

Gelo e seus benefícios!

Veja o vídeo neste link: http://www.educacaofisicaa.net/2012/03/beneficios-e-aplicacao-de-gelo-em-uma.html

Neste vídeo, a fisioterapeuta dá dicas de quando o gelo deve ser aplicado, as maneiras...

Atenção!
Gelado, Agulhadas, Analgesia são os três estágios e depois... Gelo ou Calor? Se a região 'lesionada' estiver avermelhada, inchada, não deve ser utilizado o calor...

Ivna Caroline

quinta-feira, 24 de maio de 2012

ATIVIDADES RÍTMICAS E EXPRESSIVAS

video
Na quarta-feira dia 23 maio foram realizadas atividades de dança criativa. Inspirada no homem vitruviano e sua cinosfera, de Leonardo da Vinci a atividade tinha o objetivo de fazer com que os alunos explorassem todos os movimentos possíveis com seu corto, o material utilizado foi um elástico grande que representava nossa cinosfera e um som com uma musica para que os movimentos fossem realizados no ritmo da musica. Os movimentos foram realizados individualmente no inicio, depois em grupo.
A segunda atividade foi à criação de coreografias, a turma de dividia-se em grupos e cada um recebia um crachá com um movimento a ser realizado (salto, gesto, giro, pausa, mudança de plano, equilíbrio, desequilíbrio, expandir, contrair, etc.), a partir dai os grupos montavam uma coreografia com os movimentos dos crachás, o objetivo da atividade era explorar a criatividade e o senso rítmico dos alunos.
Acredito que as atividades propostas foram bem aceitas pelos alunos, todos partiparam, fizeram tudo o que foi proposto, montaram coreografias bem criativas mesmo tendo pouco tempo para criá-las.
Parabéns a todos os grupos! Espero que tenham gostado das atividades.
Obigado!!!

Edilson de Oliveira

Fundamentos do Handebol

Bom dia amigos e amigas!

Hoje iremos abordar três importantes fundamentos
do handebol.

1- Passe: É o ato de fazer a bola chegar em um
companheiro.



2- Drible: É o ato de empurrar a bola contra o solo, e posteriormente
contactar novamente a bola à palma da mão.



3- Arremesso: É o ato de atirar a bola ao gol adversário.



Att. Bruno José Gabriel

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Postagem sobre Atividades Rítmicas e Expressivas - por Caroline Cordeiro

AS ATIVIDADES RÍTMICAS E EXPRESSIVAS COMO CONTEÚDO NAS AULAS DE 
EDUCAÇÃO FÍSICA.

As Atividades Rítmicas e Expressivas estão inseridas na grande área de conhecimento da Educação Física no ensino escolar e caracterizam-se por tais um conteúdo educacional a ser proposto para os discentes, possibilitando-os expressar-se corporalmente de acordo com suas necessidades e interesses de momento. Sendo assim, o presente estudo buscou analisar o desenvolvimento das atividades rítmicas e expressivas nas aulas de Educação Física do ensino fundamental e verificar os fatores influenciadores no desenvolvimento dessas. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa, onde foram coletados dados através de um questionário contendo seis questões fechadas aplicado a 20 professores de 5ª a 8ª série do ensino fundamental de sete Colégios Estaduais do Município de Toledo. Os resultados encontrados permitiram identificar que expressiva maioria afirma ter conhecimento de que o conteúdo consta nos PCNs, contudo apenas 10% o desenvolve nas aulas de Educação Física. Observou-se o predomínio de conteúdos esportivos. Em relação aos possíveis motivos citados pelos professores para a insuficiente utilização do conteúdo de atividades rítmicas e expressivas, verificou-se a falta de preparo profissional ou desconhecimento de meios e estratégias de ensino, além da falta de espaço e materiais adequados e baixa aceitação pelos alunos. Dos professores que desenvolviam o conteúdo dança nas aulas, identificou-se que  a freqüência era semestral, bimestral e mensal. Sugere-se que o conteúdo de atividades rítmicas e expressivas, aliado aos outros conhecimentos, pode influenciar os aspectos motores, sociais, cognitivos e emocionais e auxiliar na concretização da função principal da Educação Física na formação do homem como um ser integral e um agente de transformação social.

Resumo do trabalho de Cleide Pizzatto, encontra- se completo em http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/485-4.pdf

domingo, 20 de maio de 2012

Brasileirão 2012

O Globo Esporte, tradicional programa esportivo da Rede Globo, ouviu 334 atletas que irão disputar o campeonato brasileiro de futebol 2012, das série A e B, para saber quem são os favoritos da competição.
O resultado da pesquisa foi:
CORINTHIANS = 15,6%
SANTOS = 14,6%
SÃO PAULO = 10,1%
INTERNACIONAL = 9,4%
FLUMINENSE = 7,3%
Cada entrevistado podia escolher até quatro equipes neste quesito.
Na série B, os times mais cotados, segundo a pesquisa entre os atletas, para subir de volta a série A são:
ATLÉTICO PR = 18,9%
VITÓRIA = 15,4%
GOIÁS = 14%
AVAÍ = 7,9%
CEARÁ = 6,8%
Confira a primeira rodada da Série A:
DATADIAHORAMANDANTE#x#VISITANTEESTÁDIOCIDADE
19/05Sáb18:30VascoxGrêmioSão JanuárioRio de Janeiro
19/05Sáb18:30BahiaxSantosPituaçuSalvador
19/05Sáb18:30PalmeirasxPortuguesaPacaembuSão Paulo
19/05Sáb21:00FigueirensexNáuticoOrlando ScarpelliFlorianópolis
20/05Dom16:00CorinthiansxFluminensePacaembuSão Paulo
20/05Dom16:00InternacionalxCoritibaBeira RioPorto Alegre
20/05Dom16:00BotafogoxSão PauloJoão HavelangeRio de Janeiro
20/05Dom16:00Ponte PretaxAtlético-MGMoisés LucarelliCampinas
20/05Dom18:30CruzeiroxAtlético-GOJoão HavelangeUberlândia
20/05Dom18:30SportxFlamengoIlha do RetiroRecife
Fonte: http://www.redeimprensalivre.com.br/archives/32904
Postado por: Andrigo Domingos de Campos

sábado, 19 de maio de 2012

Por que estamos engordando?

A obesidade já é caracterizada por muitos como uma pandemia. As causas são as mais variadas possíveis passando pelas emocionais, sociais e biológicas. A questão é por que estamos engordando?
A literatura científica tem apontado para fatores ambientais, como sedentarismo e consumo de gordura na dieta, e não para uma tendência genética no crescimento da obesidade mundial. Diversos pesquisadores têm apresentado as possibilidades de fatores ambientais modificarem a expressão gênica, ativando proteínas capazes de modificar a manifestação dos genes contidos no DNA. Isto significa que não teríamos uma alteração na sequência dos genes, mas sim uma alteração em como estes genes estão sendo manifestados no organismo.
No esquema abaixo podemos visualizar estes fatores.
A tendência secular no aumento da obesidade parece ocorrer paralelamente à redução na prática de atividade física e aumento no sedentarismo. O hábito da prática de atividade física é influenciado na criança pelos pais, e quando desenvolvidos nesta fase, tendem a se manter do mesmo modo até a fase adulta. Além disso, uma redução natural no gasto energético é observada com a modernização, ocasionando estilo de vida mais sedentário com transporte motorizado, equipamentos mecanizados que diminuem o esforço físico de homens e mulheres tanto no trabalho como em casa. Já foi demonstrada uma redução de aproximadamente 600 kcal/dia nas crianças com a diminuição do tempo despendido com brincadeiras de rua e o aumento do tempo assistindo televisão. Para uma criança que tem como necessidade diária 1500 kcal, esta redução de 600 kcal é muito significativa. Do mesmo modo cortar grama com as mãos gastava aproximadamente 500 kcal/h, enquanto, com a utilização de cortadores elétricos de grama o gasto diminuiu para 180kcal/h, lavar as roupas no tanque consumia aproximadamente 1500kcal/dia enquanto usar a máquina de lavar requer apenas 270kcal/2h para a mesma quantidade de roupas. De fato poucas atividades hoje em dia são classificadas com muito ativas, enquanto há algumas décadas atrás várias atividades tinham esta característica.
Por outro lado a oferta, disponibilidade e o acesso aos alimentos aumentaram muito nas últimas décadas. As porções servidas em alguns restaurantes, lanchonetes são cada vez maiores e se não forem o cliente reclama que saiu com fome. O refrigerante pequeno em boa parte dos cinemas no Brasil tem meio litro. Tudo leva a um consumo cada vez maior. Com a globalização e a melhora da condição social um número muito maior de pessoas tem acesso a alimentos industrializados em detrimento do consumo de alimentos in natura, frescos. No caso do Brasil, as mudanças demográficas, socioeconômicas e epidemiológicas ao longo do tempo permitiram que ocorresse a denominada transição nos padrões nutricionais, com a diminuição progressiva da desnutrição e o aumento da obesidade. Estas mudanças encontradas no padrão alimentar da população brasileira com maior consumo de gordura saturada, maior ingestão de açúcar, redução do consumo de fibras, cereais (como arroz, feijão) é responsável, junto com a redução do gasto energético, pelo aumento da obesidade e sobrepeso, mas também pela dificuldade que indivíduos comuns têm em emagrecer.
Hoje a ida a academia por 1h ao dia é o mínimo que podemos fazer para compensar todo conforto da vida moderna. Hoje em dia, além deste conforto temos várias desculpas que acabam nos conduzindo a um comportamento mais sedentário, por exemplo, as pessoas não andam a pé porque se sentem inseguras, as crianças brincam mais no computador, dentro dos apartamentos porque é mais seguro. É claro que estes argumentos são válidos, mas não será que acabamos nos apoiando neles para mantermos uma atitude mais sedentária e confortável? Temos vários bairros em São Paulo, ou pequenas cidades nas quais as pessoas moram perto de shoppings, bancos, perto das escolas e mesmo assim acabam fazendo tudo de carro. Até que ponto falamos de insegurança e até que ponto preferimos o conforto? Se o problema é segurança por que então não usamos as escadas ao invés dos elevadores em shoppings, prédios? Por que preferimos chamar um colega de trabalho que está alguns metros de nós pelo telefone ao invés de caminharmos até ele? Sei que muitos dirão, para ganhar tempo…então direi, e perder saúde!
Podemos optar pelo conforto, mas temos que ter consciência do custo que isto representa por outro lado. Precisamos comer menos e melhor, gastar mais energia nas academias e clubes, onde nos sentimos mais seguros, pois do contrário o balanço energético só pode ser positivo: gastamos menos, consumimos mais = engordar.
Algumas dicas práticas:
1) Tente fazer seu dia mais ativo, sempre que possível use escadas, caminhe mais
2) Faça exercícios regularmente, isto tem que ser uma prioridade, é questão de saúde
3) Consuma alimentos mais integrais e frescos, evite alimentos industrializados
4) Coma menos, uma dica: NUNCA repita. Sirva-se uma vez, acabou, acabou!
Luciana Lancha
Nutricionista e Bacharel em Esporte

Disponível em:  http://www.gazetaesportiva.net/blogs/cienciadoesporte/2011/11/22/por-que-estamos-engordando/


Wendell Luiz Linhares

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Atividades Ritmicas e Expressivas

Esse bimestre trabalharemos no colégio as atividades ritmicas expressivas.
A dança é dividida em duas categorias: teatral e social. Esta é dançada por prazer, enquanto a dança teatral é um espetáculo, apresentada para entretenimento de espectadores.
O vídeo abaixo mostra um exemplo de dança teatral (cênica).



Leana Gioia Siqueira

terça-feira, 15 de maio de 2012

Bons hábitos de estudo
 

1 – Adquira responsabilidade. Para você ser um ótimo estudante, reconheça que você *quer* ser um bom estudante em primeiro lugar. Isto significa que você está disposto a se esforçar, se dedicar, se entusiasmar, se organizar. Aprenda a ter disciplina (por exemplo, seguir regras e horários). Aprenda a dar prioridade aos seus estudos (por exemplo, estudar vem primeiro do que brincar). Esta primeira dica é a mais importante de todas, pense sobre ela, pois sem ela, as dicas seguintes não valem nada!

2 – Desligue tudo ao estudar. Desligue a TV, o game, o celular, o computador (se não for um trabalho que o exija), retire tudo que não for de estudo de cima da sua mesa, deixe-a bem limpa e organizada, o mais vazia possível (se você estiver sem tempo, coloque toda a bagunça da sua mesa numa caixa no canto do quarto e organize esta caixa depois). Pense que, quanto mais você se concentrar, se focalizar na atividade que segue, melhor você a fará, mais rapidamente você a fará, e o assunto se fixará melhor no seu cérebro. Evite bagunça de coisas e excesso de informação inútil que possa lhe distrair e tomar seu tempo e energia.
 
3 – Estipule um horário regular de estudos, estude todos os dias. Todo dia, determine uma faixa contínua de horários, reservados somente para os estudos. Utilize *todos* os dias esta faixa de horários. O que importa é você estudar *todos* os dias, e não acumular os estudos para a última hora (leia: um dia antes da prova). Seja como um atleta: para completar uma maratona, você não vai ser tolo de somente treinar uma semana antes, certo? Precisa ter *regularidade*. Todos os dias, nem que seja um pouco, estude. “O homem que move montanhas, começa carregando pedras pequenas” (ditado chinês). Marque no relógio 30 a 40 minutos, dependendo da atividade; estude continuamente durante este tempo, depois descanse 15 minutos. Retorne aos estudos e assim por diante.
 
4 – Estudo em primeiro lugar, depois dê um prêmio a você mesmo. Você vai querer fazer as coisas divertidas primeiro (leia: brincar, jogar, ver TV, ficar sem fazer nada…). Porém, isso não vai ser nada divertido, quando chegar o fim do dia e você perceber que, já com sono e cansado, ainda tem um monte de tarefas para entregar no dia seguinte! (Além do que, você pode não acreditar, mas estudar também é divertido! Adquira motivação para os estudos! Entusiasme-se para aprender algo novo!). Faça sempre as tarefas/estudos em primeiro lugar (as priorize!). Assim que terminar, se presenteie com um bom chocolate, ligue a TV, vá brincar e curtir o resto do dia. Grite “Uu-hhuuuu!”. Você está livre, leve e solto.
 
5 – Alimente-se bem e descanse. Nosso corpo precisa de descanso apropriado para se recuperar dos esforços do dia-a-dia. Também precisamos dos nutrientes adequados para o bom funcionamento do corpo e da mente. Portanto, você deve procurar dormir bem (não vá para a cama tarde!) e se alimentar com frutas, legumes e saladas, arroz, feijão, carnes (de preferencia, as magras, como peixe e frango), etc. Nada de só comer frituras, salgadinhos e refrigerantes! Seu organismo agradeçe e seu desempenho nos estudos com certeza vai melhorar.

Ivna Caroline Daniel

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Educação e esporte a combinação perfeita.

Sabemos que a prática de esporte é um instrumento educacional que propicia o desenvolvimento tanto individual quanto social da criança. O esporte, infelizmente, não é utilizado pelas instituições educacionais na proporção que deveria. Através da prática esportiva promovemos a socialização, a rotina, o cumprimento de regras, o respeito, a persistência, o saber competir, o aguardar a sua vez, o romper limites, o saber ganhar, o saber perder e muitos outros quesitos. É uma fonte inesgotável de conceitos éticos e morais tão importantes para a formação do indivíduo. Quando falo em esporte não estou me referindo à Educação Física e sim a uma opção esportiva. O esporte é uma ramificação da Educação Física, porém deve existir independente dela. O professor de Educação Física deve sim proporcionar o conhecimento de cada esporte para que o indivíduo possa optar, com competência, qual esporte gostaria de praticar. A Educação Física faz parte do currículo escolar e é aplicada no período em que o indivíduo freqüenta as aulas. O esporte deve ser proporcionado pela escola em horário oposto às aulas para que o indivíduo possa freqüentar e se dedicar. O esporte tem a magia de integrar o indivíduo independente da classe social, raça ou religião. Desenvolve no indivíduo a capacidade de trabalhar em grupo, de cumprir horário, de saber ouvir, de conhecer o próprio limite, conhecer o próprio corpo, de admitir que precisa melhorar, respeitar as diferenças e tantos outros aspectos tão difíceis de serem conscientizados, além de evitar o sedentarismo tão comum nos dias de hoje onde o indivíduo passa horas sentado em frente a um computador ou a uma televisão seja assistindo ou jogando videogame. O esporte deve ser o maior aliado da educação. Juntos promovem o desenvolvimento integral do indivíduo de forma harmoniosa e sadia despertando para a cidadania e assim formando pessoas de bem.
É realidade que os patrocinadores investem em times que estão ganhando. O atleta que tem potencial e quer treinar, porém ainda não se destacou ninguém o enxerga. Somente após uma medalha conseguida é que ele passa a ser conhecido e então patrocinado. Ocorre que para chegar neste estágio ele teve que se dedicar muito e só conseguiu com o apoio da família e com a própria força de vontade. Escola e esporte é a combinação perfeita para uma sociedade mais justa. O jovem que estuda num período e que pratica esporte no outro, dentro da própria escola, se manterá ocupado com atividades prazerosas e não estará ocioso nas ruas ocupando o seu tempo aprendendo o que não deve. O próprio presidente Lula afirmou que fica muito mais barato para o governo investir em programas de incentivo ao esporte do que na manutenção desse mesmo indivíduo em presídios por ter cometido delitos. Já que se tem esta consciência, vamos colocá-la em prática. O esporte sozinho não consegue formar integralmente o indivíduo daí a necessidade da parceria com a educação. Havendo esta parceria o indivíduo será desenvolvido em suas competências cognitivas, sociais, pessoais e produtivas.

http://pt.shvoong.com/humanities/1639041-educa%C3%A7%C3%A3o-esporte-combina%C3%A7%C3%A3o-perfeita/

                            FELIPE ALEXANDRE =D

domingo, 13 de maio de 2012

DICAS PARA PÉS SALDÁVEIS

DICAS PARA PÉS SALDÁVEIS
 Nos preocupamos com várias coisas, porém esquecemos a saúde de nossos pés. Usamos sapatos apertados por longas caminhadas e intervalos de tempo, consequentemente as dores e problemas começam a aparecer.
Calçados inadequados são os maiores causadores de problemas. O salto alto é grande vilão dos pés, mas também o preferido entre as mulheres, não é a toa que 80% dos problemas nos pés sejam em mulheres.
Isso ocorre porque quando você caminha seu calcanhar atinge primeiro o solo, achata-se levemente absorvendo o peso corporal. Então você rola sobre seus arcos até chegar à parte anterior do pé, seu hálux é responsável pelo equilíbrio enquanto os demais dedos proporcionam alguma elasticidade. Já quando se usa o salto alto o calcanhar não absorve o impacto nem o peso do corpo, isso sobrecarrega a parte anterior dos pés podendo assim causar lesões nos tecidos moles, articulações e ossos.
Muitas pessoas se preocupam em comprar marcas, não se perguntam em nenhum instante se ele é apropriado para seus pés. Usar calcados adequados previne muitos problemas.
Dicas para compra:
- Para caminhadas escolha os de sola forte e flexível;
- Escolha sapatos que possuam uma boa superfície de atrito;
- Com palmilhas acolchoadas, elas ajudam na proteção dos pés.
-O sapato deve parecer confortável imediatamente;
-Compre calçados no fim de tarde, pois os pés estão maiores.
-Como um pé é normalmente maior que o outro compre sempre pelo pé maior;
- Verifique se o calcanhar este bem ajustado e se todos os dedos estão acomodados tranquilamente.



quinta-feira, 10 de maio de 2012

A Bola do Handebol

Bom dia amigos e amigas!

Hoje iremos retratar um pouco sobre a bola de handebol.

Regra 3

3.1- A bola deve ser de couro ou material sintético,
esférica e não escorregadia.

3.2 - H1: Circunferência 50 - 52 com, Peso 290g - 330g e para masculinos
e femininos com faixa etária (8 a 12 anos);
       H2: Circunferência 54 - 56 com, Peso 325g - 375g e para masculinos
com faixa etária (12 a 16 anos) e feminos (acima de 16 anos);
       H3: Circunferência 58 - 60 com, Peso 425g - 475g e para masculinos
(acima de 16 anos).

3.3- A bola deve ser certificada pela IHF.

3.4 No mini-handebol, não há bola definida.



Att. Bruno José Gabriel

Fonte: Livro de Regras da Confederação Brasileira de Handebol

terça-feira, 8 de maio de 2012

Postagem com Curiosidades sobre o handebol - por Caroline Cordeiro.



No handebol, ao contrário do futebol, um jogador destro prefere jogar pela esquerda, e um jogador canhoto prefere atuar pela direita. É porque assim seu braço de arremesso ficará pelo lado de dentro da quadra, e por isso com maior ângulo para o tiro ao gol.
Os atletas utilizam uma cola especial nas mãos para ter um contato mais firme com a bola. É por isso que as bolas de handebol sempre parecem sujas.



O handebol estreou nas Olimpíadas em Berlim-1936. A modalidade disputada, hoje praticamente em desuso, foi o handebol outdoor, com 11 jogadores de cada lado. Os alemães, donos da casa e criadores do esporte, ficaram com a medalha de ouro após uma vitória suada sobre a Áustria. A derrota maior veio para o próprio esporte, que não agradou e, a partir dos Jogos seguintes (Londres-1948), ficou de fora das Olimpíadas.
Tanto no masculino como no feminino, houve sempre domínio da Europa, berço do esporte. A primeira vez em que um país não-europeu levou o ouro foi em Seul-1988, quando a Coréia do Sul venceu no feminino, feito que repetiria em Barcelona-1992. Entre os homens, esse tabu ainda não caiu.
A seleção masculina norte-americana para Atlanta-1996 foi convocada de uma maneira pouco convencional: a partir dos biótipos dos jogadores. Como o esporte não é popular nos EUA, foram convidados jovens atletas de basquete, beisebol e futebol americano que tinham altura, massa muscular e impulsão, mas não estavam indo bem nos esportes que praticavam. Os atletas treinaram por quatro anos e ficaram na nona colocação.
O handebol brasileiro conseguiu vaga para os Jogos de Barcelona e Atlanta pela desistência de Cuba (por medidas de economia). Na Espanha, o país perdeu de todo mundo e ficou em último. Nos Estados Unidos, a seleção terminou na 11ª colocação entre os 12 participantes, com apenas uma vitória, sobre o Kuait e um empate contra a Argélia.
Considerado um dos melhores jogadores do mundo, o alemão Stefan Kretzschmar cultiva a fama de “bad boy”. Na última contagem que fez, descobriu que tinha pelo corpo sete piercings e 14 tatuagens. Ele também foi dono de um bar em Magdeburg, na Alemanha.
A história do handebol em Olimpíadas é marcada por decepções. A seleção masculina da Alemanha, país que inventou o esporte, nunca ganhou uma medalha de ouro em disputas indoor. Em Montreal-1976, os grandes fracassos foram da Romênia, campeã mundial, que perdeu a final para a União Soviética, e da Iugoslávia, campeã olímpcia em Munique-1792, que terminou o torneio em quinto lugar, tendo perdido apenas um jogo, para a Alemanha Oriental, por um ponto de diferença.
Roswitha Krause conquistou em Montreal-1976 a medalha de prata no handebol pela equipe da Alemanha Oriental. Oito anos antes, ela já havia subido ao pódio olímpico: foi bronze no revezamento 4×100 m livre da natação na Cidade do México-1968.
A torcida sul-coreana lotou o ginásio para ver a final masculina do handebol nos Jogos de Seul-1988. Mas apesar do grande barulho, não conseguiu impedir a derrota da Coréia do Sul para a União Soviética na decisão. De qualquer forma, a prata conquistada foi a primeira medalha de um país não europeu na disputa masculina.
Apenas dois anos após conquistar a medalha de ouro em Seul-1988, a Coréia do Sul teve um desempenho decepcionante no Mundial feminino, terminando em 11º lugar a competição disputada em casa. Os dirigentes decidiram fazer uma renovação completa na seleção. E deu resultado. Em Barcelona-1992 o time conquistou o bicampeonato olímpico.
O torneio feminino de handebol na Olimpíada é recheado de bicampeões. A União Soviética ficou com o título nas duas primeiras edições (Montreal-1976 e Moscou-1980). A Coréia do Sul se tornou o único país não europeu a ganhar o ouro no esporte (Seul-1988 e Barcelona-1992) e a Dinamarca dominou as quadras no final do século 20 (Atlanta-1996 e Sydney-2000). A única seleção que não conseguiu defender o título foi a Iugoslávia, campeã em Los Angeles-1984.



Por ter surgido na Europa, o handebol sempre foi dominado por seleções do Velho Continente. Desde a estréia da modalidade no programa dos Jogos Olímpicos, em 1972, o torneio só foi vencido por não-europeus em duas oportunidades: em 88 e 92, ambas com vitórias da seleção feminina da Coréia do Sul. Há, no entanto, um certo equilíbrio entre as nações mais vencedoras da modalidade. A Rússia conquistou seis medalhas no total -  quatro como ex-URSS (duas em 76, uma em 80 e uma em 88), uma como Comunidade dos Estados Independentes (CEI), em 1992, e outra em 2000, já como Rússia. Logo atrás aparecem a antiga Iugoslávia e a Dinamarca, com três conquistas cada. Croácia e Coréia do Sul subiram no lugar mais alto do pódio em duas oportunidades.
·                     Apesar de ser considerado o maior nome brasileiro do handebol em todos os tempos, o armador Bruno Souza já passou por maus momentos na seleção nacional. O atleta ficou fora da convocação do espanhol Jordi Ribera para o Mundial da Alemanha em fevereiro de 2007 porque estaria supostamente deslumbrado com a condição de terceiro melhor jogador do mundo. Mas após o trauma de ter perdido a competição mais importante do calendário, Souza fez as pazes com Ribera e defendeu o Brasil nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.
·                     Todos os jogos do último Campeonato Mundial de Handebol, disputado em fevereiro de 2007, na Alemanha, tiveram seus ingressos esgotados e suas lotações máximas.
O handebol teve um período de decadência,pois como era jogado em campos o inverno atrapalhava e ele disputava o espaço com o futebol e é obvio que as pessoas escolheriam o futebol.


Fonte: http://esporte.hsw.uol.com.br/pan-handebol5.htm

segunda-feira, 7 de maio de 2012

O Goleiro do Handebol

Bom dia amigos e amigas!

Hoje iremos abordar algumas especificidades em relação ao goleiro do handebol.

Regra número 5- O Goleiro

5.1 Em um ato de defesa, a bola pode tocar em qualquer parte
do corpo do goleiro (dentro da área);

5.2 O goleiro pode manejar a bola dentro da área sem restrições,
entretanto não pode atrasar a reposição do jogo.

5.3 O goleiro não pode sair da área de gol com posse de bola - passar
a bola para um jogador de linha e posteriormente sair.

- Fora da área, o goleiro terá de obedecer as mesmas regras referentes
aos jogadores de linha.

- O uniforme do goleiro deve ter coloração que contraste com os
jogadores de linha.

Na sequência abordaremos mais questões específicas referentes
ao goleiro.



Att. Bruno José Gabriel

Fonte: Livro de Regras da Confederação Brasileira de Handebol.

A GENTE PERDE, A GENTE GANHA


Primeiro vídeo de um documentário sobre uma das várias realidades do futebol, com o enfoque em uma jovem adolescente que sonha em ser jogadora



Segundo vídeo de um documentário sobre uma das várias realidades do futebol, com o enfoque em uma jovem adolescente que sonha em ser jogadora



Disponível em: http://www.universidadedofutebol.com.br/ConteudoCapacitacao/Videos/Default.aspx


Wendell Luiz Linhares

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Abuso no feriadão agora tem que melhorar a alimentação

Aqui tem algumas comidas que vão melhorar sua alimentação e te deixar em melhor forma.
Alimentação Balanceada


Fala-se muito que a alimentação balanceada é essencial para se ter saúde e bem-estar. E que desta maneira previne-se diversos males decorrentes da má alimentação, como colesterol e triglicérides, por exemplo, além de ajudar a manter a forma, garantir a longevidade e disposição. Mas na prática, você sabe como ter uma alimentação saudável? 

Basicamente, para ser considerada balanceada, a alimentação deve conter alimentos de diversos tipos como: carne, verduras, legumes, arroz, macarrão, feijão, frutas, leite e derivados, e até mesmo gordura e açúcar, e atender às necessidades nutricionais do indivíduo. Esses alimentos se dividem em grupos alimentares, abaixo você vai saber quais são esses grupos, a freqüência com que devem ser consumidos, suas funções e os alimentos que compõe cada um deles.

Grupo dos Cereais

Neste grupo estão presentes os principais alimentos fonte de carboidratos, como: arroz, batata, macarrão, mandioca, pães, biscoitos, farinhas e massas em geral. Principal fonte de energia, todas as refeições devem ter pelo menos 1 alimento desse grupo.

Grupo das Frutas

A mais importante função deste grupo é fornecer vitaminas e minerais, nutrientes essenciais para proteção da saúde e diminuição dos riscos de desenvolver doenças crônicas. Por isso, é recomendado o consumo diário de alimentos deste grupo.

Grupo das Hortaliças

Pertencem a este grupo alimentos como: alface, tomate, abobrinha, beterraba, agrião, escarola, brócolis, espinafre, chuchu, entre outros. Assim como o grupo das frutas, a principal função deste grupo é fornecer os minerais e vitaminas necessários para o bom funcionamento do nosso organismo. Eles também devem ser consumidos diariamente.

Grupo do Leite e Derivados

A este grupo pertencem o leite e todos os seus derivados, requeijão, todos os tipos de queijo e iogurtes. O consumo diário desses alimentos é essencial para se obter o cálcio responsável pela saúde dos seus ossos, além de fontes de proteína. Mas prefira sempre os alimentos com menos quantidade de gordura como: leites e iogurtes desnatados e queijos como ricota, minas, branco, etc.

Grupo da Carnes 

Além das carnes bovinas, de frango e peixe, os ovos também pertencem a este grupo. É o grupo responsável por fornecer proteínas a nossa alimentação, além de vitaminas e minerais como ferro e vitamina B12. Recomenda-se o consumo diário de pelo menos um alimento deste grupo, dando sempre preferência a preparações assadas, cozidas ou grelhadas.

Grupo das Leguminosas

Alimentos como feijão, grão-de-bico, lentilha, soja e ervilha estão presentes neste grupo. Suas principais funções são fornecer proteínas de origem vegetal, gorduras insaturadas e vitaminas e minerais com funções antioxidantes. Por estes e outros motivos é importante que consuma pelo menos uma porção desses alimentos por dia.

Grupo das Gorduras

Pertencem a este grupo todos os óleos vegetais (azeite, óleo de soja, girassol, canola, etc), manteigas e margarinas, além de banha, toucinho, entre outros alimentos. As gorduras são fontes de energia, contém 9 kcal por grama, além de serem essenciais como veículo de vitaminas lipossolúveis e antioxidantes. Prefira sempre as gorduras de origem vegetal.

Grupo dos Doces e Açúcares

As maiores tentações pertencem a este grupo: bolos, tortas, chocolate, sorvete, açúcar, mel, balas, enfim, doces em geral. O açúcar também é fonte de energia, mas seu consumo deve ser moderado, pois o seu consumo excessivo está relacionado com o aumento de risco de obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis, como o diabetes.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Postura e descanso são importantes para evitar lesões por repetição

O corpo humano não foi projetado para muitas das atividades que hoje pertencem à nossa rotina. Ficar sentado diante do computador durante horas, todos os dias, pode causar dores, dificuldades de movimentação e formigamento nos dedos.
Esses e outros sintomas estão ligados à LER (lesão por esforço repetitivo), tema do Bem Estar desta sexta-feira (6). A LER não é uma doença propriamente dita, mas engloba todos os problemas nos ossos e músculos que tenham origem em atividades repetitivas. Normalmente, o mal está ligado ao trabalho, mas isso não é regra.



As lesões são mais recorrentes em pessoas que digitam muito ou apertam mouse, atendem e transferem telefonemas ou fazem fotocópias. Em casa, os serviços domésticos também desencadeiam problemas, por isso é preciso segurar corretamente panelas e vassouras.
A lesão mais comum é a tendinite, uma inflamação nos tendões. Outras recorrentes são a síndrome do túnel do carpo, a tendinite de Quervain, o dedo em gatilho e o cotovelo de tenista (veja na arte acima).
Os especialistas falaram, ainda, sobre os cuidados que se deve ter para evitar o surgimento de dores. Três aspectos são fundamentais para reduzir os riscos: é preciso fazer pausas durante qualquer atividade e saber respeitar os limites do corpo; a altura e a posição dos aparelhos precisa estar adaptada à pessoa; e é necessário ter atenção com a postura.
Em qualquer atividade que se faça, é importante usar todo o corpo. Pense no movimento que você realiza, por exemplo, quando se abaixa para pegar um objeto pesado no chão – o ideal é dobrar os joelhos e usar as duas mãos. Esse tipo de raciocínio serve para todos os trabalhos braçais.
No caso do computador, em que a LER é comum, o que se deve observar é a posição dos objetos. A cadeira e a mesa devem ficar na altura que proporcione maior naturalidade e conforto a quem estiver sentado.
A posição mais recomendada do monitor é à altura dos olhos, para evitar que a pessoa abaixe a cabeça e force o pescoço. Para usar o teclado e o mouse, o ideal é que o cotovelo forme um ângulo de 90 graus. Os dois pés devem ficar apoiados no chão e, se a máquina for compartilhada por indivíduos de alturas diferentes, o uso de almofadas pode resolver o problema.
Maria Cândida aproveitou para dar dicas sobre os laptops, computadores portáteis que muita gente usa em casa. Para utilizá-lo no colo, é preciso tomar alguns cuidados: recostar-se bem no assento, apoiar os pés no chão e colocar algum objeto para deixar o computador um pouco mais alto. Ainda assim, o ideal é colocá-lo sobre a mesa.
Quando o notebook ficar em cima da mesa, deve ser usado da mesma maneira que o desktop - computador convencional. Para isso, é recomendado colocar um suporte debaixo do computador, para que ele não fique muito baixo em relação aos olhos. Teclado e mouse também devem ficar na altura certa.


Felipe Alexandre