Total de visualizações de página

Pesquisar no blog

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Vamos patinar?

            


             A patinação é um ótimo exercício que trabalha vários grupos musculares, principalmente dos membros inferiores, além de queimar até 600 calorias em 1 hora de atividade. Patinar é uma terapia ao ar livre, onde, ao patinar em um parque por exemplo, temos a sensação de bem star, juventude e liberdade. 
              Outros benefícios da patinação são o fortalecimento de ossos, músculos, tendões e ligamentos, desenvolvimento da flexibilidade, equilíbrio, agilidade, força e resistência, desenvolvimento da coordenação motora e melhora no condicionamento respiratório.
               A invenção dos patins sobre rodas começou de maneira curiosa. Em 1750, um belga chamado Joseph Merlin teve a idéia de construir patins que pudessem andar no solo assim como os patins de gelo deslizavam no gelo. Após várias experiências, Merlin conseguiu criar os patins com rodas, com apenas uma roda em cada pé. Assim que a invenção ficou pronta, o inventor resolveu fazer uma apresentação triunfal para mostrar sua obra à sociedade local. Ele era violinista e pretendia entrar em uma festa deslizando em seus patins e tocando violino pelo salão. E foi exatamente o que ele fez: em uma festa, ele calçou seu invento e entrou no salão, tocando seu violino. 
              Como se não bastasse a dificuldade de se equilibrar em um patins desse tipo, que sequer tinham freios, Merlin também não era um grande patinador. É claro que o primeiro patinador sobre rodas da história não conseguiu parar, caindo sobre um espelho caríssimo, quebrando-o juntamente com seu violino. Apesar de ser uma idéia interessante, os patins não se tornaram populares rapidamente. No entanto, muitos inventores anônimos passam a trabalhar a idéia de Merlin melhorando-a. Seu objetivo fazer patins seguros e fáceis de utilizar. 
          Apesar de chamarem a atenção do público, demorou algum tempo até que os patins sobre rodas realmente conquistassem o gosto popular. Na Alemanha, por exemplo, ele somente foi aceito em 1840. Na época, uma loja atraia os clientes, colocando meninos e meninas sobre patins para atendê-los.
                A partir de 1863, com todas as melhorias que aos poucos foram introduzidas, os patins foram ficando cada vez mais parecidos com os atualmente chamados patins tradicionais (com dois pares de rodas paralelas em cada pé), ou "quad", como são chamados popularmente nos E.U.A. Desde aquela época várias pistas de patinação nos Estados Unidos viraram ponto de encontro das pessoas e em muitas delas aconteciam corridas e animados bailes sobre patins.

Um comentário:

  1. Existe alguma pista de patinação em Ponta Grossa?

    ResponderExcluir